A pandemia do Covid-19 proporcionou uma grande ruptura social, trazendo milhares de mortes e impactando negativamente o cenário econômico mundial. Dessa forma, diversas empresas precisaram se adaptar a essa nova situação. E, em meio a tudo isso, um dos setores mais afetados é, sem dúvida, o de Recursos Humanos.

Portanto, veja a seguir quais são os protocolos de segurança e as responsabilidades que o setor de RH deve possuir no cenário pós-pandemia.

O impacto da Covid-19 no mercado de trabalho

Devido à gravidade da pandemia, é recomendado pela OMS a prática do isolamento social como forma de frear a propagação do vírus, o que acabou gerando, consequentemente, um enorme impacto no mercado de trabalho.

Sendo assim, empresas do mundo inteiro precisaram fechar as portas para reestruturar os seus negócios, a fim de se adaptar às exigências de saúde. Uma dessas medidas foi a implementação do Home Office, alterando drasticamente a rotina diária dos trabalhadores.

Porém, serviços essenciais como hospitais, mercados, farmácias, entre outros, continuaram funcionando parcialmente e seguindo todas as exigências de saúde transmitidas pela OMS.

Com isso, vimos um cenário econômico bastante conturbado e repleto de incertezas, o qual diversos setores foram afetados e os negócios precisaram se readaptar para não sofrerem um prejuízo ainda maior.

O impacto do coronavírus no RH

Em meio a esse cenário negativo, os impactos da Covid-19, na área do RH, foram enormes. Até porque o setor é o principal responsável por conduzir as alterações e mudanças junto com a liderança de um negócio, sendo essencial a sua presença.

Por isso, em uma situação de pandemia, o RH teve um papel ainda mais importante para a proteção e segurança dos colaboradores. Dessa maneira, foi essencial que esses profissionais se atualizassem para poder lidar com as demandas geradas pela pandemia.

Nesse sentido, o RH exerce um papel importantíssimo no que se diz respeito à saúde mental dos colaboradores, já que esse setor pode promover ações que trabalhem as emoções de insegurança, ansiedade e incerteza entre os funcionários.

Dessa forma, é interessante contar com uma equipe especializada para cuidar da saúde mental da equipe, bem como oferecer aos trabalhadores dicas de como deixar a mente sã em um momento tão difícil e instável.

Além disso, o RH precisa possuir uma comunicação eficiente, que estimule a interação entre empregado e empregador, principalmente em situações como a adoção do Home Office. Confira algumas ações que estabelecerão um bom plano de comunicação:

  • Planejamentos de reuniões;
  • Prazos bem estabelecidos;
  • Atualizações dos dados sobre a pandemia;
  • Ferramentas que facilitem a comunicação direta empresa x colaborador;
  • Comunicados sobre as medidas internas da empresa.

Através das medidas tomadas pela empresa e a transparência de suas decisões, será possível deixar os colaboradores mais tranquilos, além de fortalecer a confiança entre eles e o RH.

Lidando com o aumento das demissões na pandemia

Com a crise econômica, diversas empresas sofreram com a redução de vendas, perdas de clientes e congelamentos de contratos, o que resultou na demissão de funcionários, a fim de equilibrarem as contas.

Sendo esse um dos maiores impactos causados pela pandemia, o RH possui um importante papel, já que o setor é responsável pela condução do processo de desligamento.

Por isso, em um momento como esse, é fundamental colocar em prática medidas de demissão responsável, como o oferecimento de uma consultoria de carreira, indicação de oportunidades, prolongamento de benefícios, entre outros.

Além disso, todo o processo de desligamento deve ser realizado com transparência e respeito, através de conversas individuais. Por exemplo, jamais realize uma demissão por videochamada ou através de um telefone celular.

Adaptação ao Home Office

Adaptação ao Home Office

Apesar de ser algo bastante comum, a implementação do Home Office não era familiar para diversas empresas. Porém, esse modelo acabou se tornando o mais favorável para evitar aglomerações e o contágio do vírus.

Por isso, é necessário saber utilizar o trabalho remoto sem que a produtividade caia. Dessa forma, é necessário a criação de uma política de trabalho remoto com objetivos bem estabelecidos.

A depender do negócio, é válido a implementação apenas do Home Office ou da possibilidade de um mix entre o Home Office e o trabalho presencial.

Aprimorando o treinamento à distância nas empresas

Mesmo com a pandemia, é fundamental continuar com o treinamento de equipes para que as empresas continuem se aprimorando. Por isso, graças à tecnologia atual, podem implementar treinamentos à distância, de forma produtiva e sem grandes custos.

Sendo assim, através das plataformas de ensino a distância, é possível criar excelentes treinamentos para as empresas. O primeiro passo para a implementação desse ensino é a garantia de que ele será de fácil acesso para todos os colaboradores.

Dessa forma, a plataforma utilizada deverá ser testada e o conteúdo transmitido com transparência. Além disso, é muito importante também pensar na questão da mobilidade, já que o treinamento deve ser acessado por outros aparelhos, como os smartphones.

Cuide também para que os treinamentos obtenham uma boa ponte de comunicação. É essencial que os funcionários possam tirar suas dúvidas com facilidade e eficiência.

Com um treinamento bem desenvolvido, é possível verificar, através do monitoramento do programa, a eficácia do conteúdo. Utilize análises para medir a qualidade do treinamento e procure sempre ajustar o conteúdo, caso algo não esteja funcionando.

A necessidade de melhorar a comunicação interna

A necessidade de melhorar a comunicação interna

A comunicação interna é uma ferramenta essencial que permite a interação entre todos os funcionários de uma empresa. Dessa forma, como utilizar essa ferramenta em tempos de pandemia?

Algumas dicas podem ser adotadas para que as empresas construam uma boa comunicação entre os seus funcionários. Veja a seguir:

  • Incentive a prática de atividades físicas para se fazer em casa;
  • Aproxime os líderes de seus funcionários, seja com dicas de livros ou filmes, ou até mesmo motivações profissionais;
  • Crie campanhas criativas, como o compartilhamento de fotos entre os funcionários sobre a vida dentro de casa;
  • Evite focar toda a comunicação somente sobre o coronavírus;
  • Utilize as redes sociais, como o Facebook e WhatsApp, produzindo conteúdos específicos que conversem com seus funcionários.

Crescimento da importância do feedback

Crescimento da importância do feedback

Mesmo nessa situação, ainda é fundamental a implementação das análises de desempenho para que os profissionais cresçam e desenvolvam os seus trabalhos.

Algumas formas de utilizar o feedback no Home Office é a utilização de avaliações estruturadas, com questionários estratégicos, podendo ser aplicados mensalmente para antecipar tendências. Ou então, você pode realizar uma videoconferência com a pessoa avaliada, buscando definir os valores e comportamentos da empresa.

Cuidados com a retomada do trabalho presencial

Veja a seguir os protocolos básicos, caso a sua empresa esteja preparada para o retorno do trabalho presencial:

  • Higienização dos ambientes;
  • Utilização de máscaras a todo momento;
  • Disponibilidade de álcool e gel em todos os ambientes;
  • Deixar o ambiente ventilado;
  • Promover o distanciamento social.

Como podemos ajudá-l@?

Aproxime-se mais do seu colaborador! Conheça nosso processo eficiente de comunicação interna e antecipação de tendências de desmotivação. Entre em contato conosco e veja como empresas estão fortificando suas marcas.