No mundo corporativo, muito se tem falado sobre as principais habilidades e competências que tornam o colaborador um excelente profissional. Nesse quesito, percebemos o termo “soft skills” ser empregado com bastante frequência nas empresas, especialmente nas mídias sociais corporativas.

Portanto, existem critérios competitivos que as empresas levam em consideração na hora de recrutar um novo colaborador para um determinado cargo. Quer saber mais sobre o assunto? Então, confira o nosso post até o final e tire todas suas dúvidas sobre o conceito de soft skill e a sua devida importância para a atuação profissional.

Afinal, o que é soft skills?

Antes de tudo, podemos definir que as soft skills nada mais são do que habilidades que uma pessoa consegue desenvolver e que estão relacionadas ao seu comportamento social, além da forma em que consegue se expressar emocionalmente.

Em outras palavras, as soft skills geralmente aparecem em processos característicos que definem a personalidade de alguém, bem como a comunicação, empatia, flexibilidade e organização.

Assim, em resumo, as soft skills acabam sendo todas as habilidades que estão englobadas ao nosso emocional, a nossa visão de mundo e ao nosso comportamento mediante ao decorrer dos processos que ocorrem em nossa vida, que caminha do psicológico ao físico.

Afinal, o que é soft skills?

Para que possamos entender a devida importância das soft skills na atualidade, é só nos lembrarmos de uma pesquisa realizada pelo LinkedIn no ano de 2019, onde foi constatado que as soft skills são tão importante quanto as hard skills (aprendizado técnico) no momento de um processo seletivo, por exemplo.

E para completar essa tese, um estudo realizado pela Deloitte Access Economics acrescentou que cerca de um terço das empresas, até 2030, vão colocar as soft skills como prioridade na hora de realizar a contratação de um novo colaborador na corporação.

Quais são as soft skills mais demandadas no futuro?

Caso você não saiba, é feito um relatório anual pela World Economic Forum, o famoso The Future of Jobs Report . Esse relatório busca definir quais são os principais assuntos relacionados ao mundo empresarial, bem como as tendências para o futuro e os principais assuntos do presente.

Sendo assim, no ano de 2020, percebemos que houve um aumento crescente sobre o impacto da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) na economia, e logo, o que deve-se esperar sobre as novas modalidades de trabalho e a consequente entrega de produtos e serviços para os próximos anos.

Nesse ponto, percebemos as softs skills mais demandadas pelas empresas para o futuro. Confira abaixo quais são eles:

  • Pensamento Crítico;
  • Coordenação em equipe;
  • Gestão de Pessoas;
  • Criatividade;
  • Resolução de problemas mais complexos;

Como adquirir soft skills?

Diferente das hard skills, as soft skills estão relacionadas a nossa inteligência emocional e nossa maturidade para lidar com certos processos pessoais, que acabam influenciando em nosso cotidiano, especialmente o profissional. Assim, para que consigamos desenvolver novas habilidades, precisamos nos atentar investir em nós mesmos da seguinte forma:

1. Conhecer a si próprio

Em suma, quando passamos a entender o nosso próprio temperamento, é possível administrar e controlar nossas próprias emoções. Saber lidar com o estresse do dia a dia corporativo, ser resiliente em momentos de mudanças bruscas e ter um pensamento racional e estratégico sobre o futuro são soft skills adquiridas através do autoconhecimento.

Quando priorizamos um momento do nosso dia para avaliar o padrão de nossos comportamentos, automatismos e pensamentos, tendemos a ressignifica-los de maneira ainda mais eficiente, atribuindo novas habilidades com o fato de poder enxergar os processos por outro ângulo e ter uma facilidade ainda maior para resolvê-los de maneira eficiente.

Meditações, filmes de autoajuda, terapias e outros contextos relacionados podem alavancar ainda mais os resultados.

2. Busque conselhos e feedbacks

A visão que nós temos de nós mesmos, muitas vezes, pode ser diferente do que o meio externo possui. Por esse motivo, pode ser crucial pedir conselhos e feedbacks de pessoas que você confia e sabe que dirão coisas construtivas acerca do que você pode melhorar para se desenvolver ainda mais como pessoa.

Anotar esses feedbacks e relacioná-los ao que você pensa de si mesmo, pode ser uma etapa inicial importantíssima para se descobrir e perceber as crenças limitantes que você precisa “jogar fora” com aquelas que você precisa desenvolver.

Quando passamos a coletar informações importantes sobre nós mesmos, construímos ainda mais maturidade, visão macro de mundo, pensamento crítico e maturidade emocional para lidar com desafios de maneira racional.

3. Gerencie o seu tempo

Não é à toa que uma das habilidades de soft skills mais demandadas pelas empresas é de obter um controle sobre suas atividades profissionais. Ou seja, gerenciar o seu tempo de forma estratégica, a fim de conseguir executar todas as tarefas exigidas em prazo determinado.

Por esse motivo, comece a desenvolver essa habilidade nos processos mais simples do seu dia a dia: arrumando seu quarto, organizando suas atividades pessoais, concluindo as pendências que tendem a acumular-se durante o dia e ser pontual em todas as suas obrigações.

Ao praticar o gerenciamento do seu tempo nos afazeres mais simples do seu dia a dia, você se tornará capaz de gerenciar o seu tempo com processos mais complexos e competitivos dentro das organizações.

4. Se inspire em pessoas influentes

Não menos importante do que todos os itens citados acima, é poder inspirar-se em pessoas que estiveram onde você está e agora estão onde você deseja estar um dia.

Avalie seus métodos, suas estratégias, maturidade emocional e as principais habilidades e competências que precisaram desenvolver para serem o que são. Na busca por novas soft skills, inspirar-se em pessoas de valor pode ser um “atalho” para você entender o que precisa ser para conquistar o emprego dos seus sonhos.

Conclusão

Conforme vimos, as soft skills são de extrema importância para as empresas atuais e as que estão se reinventando para o futuro. Novos processos, atividades e estratégias deverão ser reformulados pelos negócios para vencer a concorrência e garantir autoridade de marca em um mercado tão instável.

Assim, irão exigir dos candidatos novas habilidades e competências específicas, de forma que possam acrescentar valor ao negócio e torná-la sempre à frente de seus concorrentes. Portanto, desenvolva suas soft skills e tenha grandes oportunidades de atuar em empresas renomadas no mercado.